NO AR
Show da Manhã
Mateus Edson
NAVEGUE
FIQUE LIGADO
NOTÍCIAS: Dono da JBS diz que Temer é o chefe da "mais perigosa organização criminosa deste País"





Publicada em 17/06/2017

O dono da J&F, que controla o frigorífico JBS, afirmou que o grupo político em torno do presidente Michel Temer (PMDB) é “a maior e mais perigosa organização criminosa deste País” e que o presidente é o líder dela. O empresário Joesley Batista falou pela primeira vez desde que fez acordo de delação premiada na Lava Jato.

Em entrevista à revista Época desta semana, publicada pela editora Globo, o executivo se diz arrependido dos crimes que cometeu, mas pondera que precisou se manter próximo a alguns integrantes do PMDB porque “morria de medo” do que eles poderiam fazer com os negócios dele.

"Temer, Eduardo, Geddel [Vieira Lima, ex-ministro de Governo], Henrique [Eduardo Alves, ex-ministro do Turismo], [o ministro da Casa Civil, Eliseu] Padilha e [o ministro da Secretaria-Geral da Presidência] Moreira [Franco]. É o grupo deles. Quem não está preso está hoje no Planalto. Essa turma é muita perigosa. Não pode brigar com eles. Nunca tive coragem de brigar com eles", afirmou o executivo.

Batista disse que Michel Temer “não tem muita cerimônia” na hora de pedir dinheiro e favores. “Teve uma vez também que ele me pediu para ver se eu pagava o aluguel do escritório dele na praça [Pan-Americana, em São Paulo]. Eu desconversei, fiz de conta que não entendi, não ouvi. Ele nunca mais me cobrou”, exemplificou.

Ele também toca no assunto do jatinho do grupo usado para levar Temer, quando ainda era vice-presidente, e a família à Bahia. “Dentro desse contexto: ‘Eu preciso viajar, você tem um avião, me empresta aí’. Acha que o cargo já o habilita”.

O empresário alega que a hierarquia tinha na base o operador do esquema, Lúcio Funaro (preso em Curitiba). Em seguida, vinha Eduardo Cunha e acima dele Michel Temer.

“A pessoa a qual o Eduardo se referia como seu superior hierárquico sempre foi o Temer. [...] Primeiro vinha o Lúcio. O que ele não conseguia resolver pedia para o Eduardo. Se o Eduardo não conseguia resolver, envolvia o Michel”.

Joesley Batista também reforçou afirmações que fez no acordo de delação premiada, como a de que Temer sabia que ele pagava uma espécie de mesada para as famílias de Eduardo Cunha e Lúcio Funaro para, em troca, evitar delações premiadas por parte deles.

O Palácio do Planalto informou que não vai se posicionar a respeito da entrevista de Joesley Batista. 

 

Fonte:R7.com

 

 

 

<< Retornar para Notícias

PEDIDOS MUSICAIS
Nome:
E-mail:
Cidade:
Estado:
Recado:
REDES SOCIAIS
     
TOP 10
Acordando o Prédio
Luan Santana
Deu Onda
MC G15
Traição Não Tem Perdão
Marília Mendonça
Te Amo Com a Voz Rouca
Jorge & Mateus
Você Partiu Meu Coração
Nego do Borel , ft. Anitta, Wesley Safadão
Amor Novo
Joelma ft. Ivete Sangalo
Quem chorava hoje ri
Wesley Safadão Part. Gabriel Diniz
Incendeia
Léo Santana Feat. Marília Mendonça
Olha a Explosão
MC Kevinho
Simone & Simaria ft. Anitta
Loka
 
INÍCIO | A RÁDIO | PROGRAMAÇÃO | EQUIPE | AGENDA | NOTÍCIAS | FOTOS | VÍDEOS | PROMOÇÕES | MURAL DE RECADOS | CONTATO

2017 © Todos os direitos reservados. É proibido a cópia total ou parcial deste site.